Atenção

Fechar

Área restrita

Esqueci minha senha

PROFISSIONAIS

NOTÍCIAS

15/09/2020

Pesquisa Capixaba revela que trauma de face é um dos principais indicativos de feminicídio

Uma pesquisa, realizada no hospital público de referência terciário por trauma – Jayme dos Santos Neves, no Espírito Santo, analisou os prontuários eletrônicos de 62 mulheres entre 17 e 60 anos, de 2013 a 2018, e revelou que o trauma facial pode ser considerado um importante marcador de tentativa de feminicídio. O objetivo do estudo, que acaba de ser publicado na revista científica Craniomaxillofacial Trauma & Reconstruction, foi realizar um levantamento epidemiológico de trauma facial em mulheres que sofreram agressão física por parceiro íntimo.

⠀

Segundo a cirurgiã Buco-Maxilo-Facial e coordenadora do Capítulo do Espírito Santo do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial, Gabriela Mayrink, que é uma das autoras do estudo, o terço médio é mais fácil de fraturar que o inferior e normalmente está relacionado a traumas de baixa energia, como agressões físicas, com a mão, por exemplo. Fraturas de mandíbula normalmente requerem uma energia maior do trauma.

⠀

Os sinais e sintomas mais observados foram edema (56,5%); equimose periorbital (35,5%) – sintoma semelhante a um hematoma, que se forma ao redor dos olhos apos um trauma na região superior da face; dorso nasal desviado (22,6%) e hematoma (16,1%).

⠀

Fonte: https://eshoje.com.br/pesquisa-capixaba-revela-que-trauma-de-face-e-um-dos-principais-indicativos-de-feminicidio/



Últimas notícias


Ver todas as notícias