Atenção

Fechar

Área restrita

Esqueci minha senha

PROFISSIONAIS

NOTÍCIAS

09/10/2018 CAP.02

CBCTBMF participa da reunião Ordinária da Comissão Nacional de Residência Uni e Multiprofissional do Ministério da Educação

Colégio defende período de 3 anos de residência com 8.520 horas. Câmara Técnica, com participação da entidade, vai discutir as novas solicitações de novas residências e a unificação da formação do cirurgião BMF

O presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (CBCTBMF), José Rodrigues Laureano Filho, participou no dia 02 de outubro, da reunião Ordinária da Comissão Nacional de Residência Uni e Multiprofissional do Ministério da Educação, em Brasília. Também estiveram presentes o secretário Geral do CBCTBMF, Adriano Germano, o membro titular do Colégio, Julio Cravinhos, e o assessor do Conselho Federal de Odontologia (CFO), Levy Nunes.

As reuniões das Câmaras Técnicas estavam paradas desde 2014 e foram retomadas agora, com a convocação de membros do Colégio e do Conselho Federal de Odontologia - CFO, que indicou suplentes e titulares para seis câmaras, com a finalidade de auxiliar nos trabalhos.

O CBCTBMF, a pedido do Ministério da Educação, indicou membros (titulares e suplentes) para a Câmara Técnica 1 – de Especialidades Clínicas e Cirúrgicas, e para a Câmara Técnica 2 - Intensivismo, Urgência e Emergência, ambas com mandato de dois anos. Na Câmara 1 estão Adriano Germano como titular e Belmiro Vasconcelos como suplente. Na Câmara 2, Marcelo Araújo como titular e Julio Cravinhos como suplente e, pelo CFO, na Câmara Técnica 1 estão Laureano Filho como titular e Robson Garcia como suplente.

A Câmara Técnica vai discutir as novas solicitações de novas residências e a unificação da formação do cirurgião BMF. “Buscamos o período de 3 anos de residência com 8.520 horas”, sugere José Rodrigues Laureano Filho.

Para Laureano, “este é um movimento importante no sentido de normatizar a residência da especialidade Buco-Maxilo-Facial no Brasil e vem ao encontro dos trabalhos que estamos desenvolvendo internamente, na entidade”. O CBCTBMF fez um recadastramento das residências e dos cursos de especializações na modalidade residência, para conhecer a realidade nacional, visando selecionar programas que tenham características compatíveis com o que foi obtido no grupo de trabalho sobre os programas na gestão anterior. As residências credenciadas pelo CBCTBMF terão oportunidades de enviar seus residentes para realizarem rodízios nacionais e internacionais, além da divulgação no site do Colégio de seus eventos, editais, entre outras necessidades.

Atualmente não existe uma unificação na formação do cirurgião Buco-Maxilo-Facial e o CBCTBMF não tem poder para credenciar ou não uma residência na especialidade, só o Ministério da Educação pode atuar de forma oficial. “Por isso, a união desses esforços é de extrema importância”, finaliza o presidente do CBCTBMF.



Últimas notícias


Ver todas as notícias