Seja um novo membro
Esqueci minha senha

Leitura

Edital da prova de mudança de categoria no XXII COBRAC


Requerimento de Inscrição Prova Mudança de Categoria



EDITAL PARA A PROVA ESCRITA PARA MUDANÇA DE CATEGORIA DE MEMBRO ASPIRANTE PARA MEMBRO TITULAR DO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCO-MAXILO-FACIAL




A mudança de categoria de Membro Aspirante para Membro Titular possui uma série de requisitos que estão contidos no Regulamento geral do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial. A prova escrita para mudança de categoria é apenas um destes requisitos, e a aprovação nesta não assegura a mudança de categoria, caso TODOS os demais requisitos não tenham sido obtidos.




Dos Requisitos:




Os requisitos para a realizar-se a mudança de categoria de membro aspirante para membro titular encontra-se no artigo 13 do regulamento geral, transcrito abaixo:

Art. 13 - O candidato a Membro Titular (MT) deverá satisfazer aos requisitos do Estatuto e as seguintes condições:




a) Ser especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial. Serão assim considerados profissionais com curso de residência, mestrado, doutorado ou especialização na área.




b) Ser membro aspirante do Colégio há pelo menos 5 anos, sendo que esse período deve ter sido exercido de forma ininterrupta, sem exclusão pelo Colégio ou saída do quadro de membros a pedido do interessado.




c) Não ter débitos pendentes com a instituição.




d) Ter participado de atividades cientificas relativas à especialidades, comprovadas por documentação, perfazendo um total de 100 pontos durante seu período como membro aspirante, de acordo aos critérios abaixo:




- cursos assistidos - 2 pontos

- participação em jornadas e congressos regionais - 5 pontos

- participação em congressos nacionais e internacionais - 10 pontos

- apresentações em congressos - 5 pontos

- conferências e cursos ministrados - 10 pontos

- publicação em periódico nacional - 5 pontos

- publicação internacional - 10 pontos

- capítulo de livro - 5 pontos

- livro publicado 10 pontos




Obs: As atividades listadas devem ser realizadas na área de cirurgia ou em área diretamente relacionada.




e) que seja aprovado em exame realizado durante o Congresso Brasileiro (COBRAC) ou eventos regionais promovidos pelos Capítulos e referendados pela Diretoria Executiva.




Obs: O item d não se aplica aos membros que tomaram posse como Aspirante antes do COBRAC de 2005.




Da Inscrição:




As inscrições para a prova de mudança de categoria poderão ser realizadas pelo site, no endereço http://www.bucomaxilo.org.br, com o preenchimento do requerimento anexo e enviado à secretaria até o dia 02 de agosto de 2013, através do e-mail: secretaria@bucomaxilo.org.br, Não serão aceitas inscrições realizadas após às 17:00 do dia 02 de agosto de 2013.




Deverá efetuar o depósito da taxa de inscrição no valor de R$ 70,00 através:

Banco: Itaú Ag: 0772 Conta: 45900-4.




O comprovante de depósito deve ser enviado por e-mail ou fax até às 17:00h do dia 02 de agosto de 2013. O candidato deverá estar munido do comprovante de depósito e documento de identificação no momento da prova.

Não haverá devolução da taxa de inscrição, sob nenhuma hipótese

Da documentação comprobatória:




A Documentação comprobatória dos requisitos descritos no ítem “a” e “d” do artigo 13 do Regulamento Geral, deve ser enviado, pelo candidato, para sede do Colégio até o dia 02 de agosto de 2013. Documentação postada após esta data não será considerada e o candidato será REPROVADO no processo seletivo. O Endereço para envio é: Av. Vereador José Diniz, 3720 - conj. 805 Campo Belo - São Paulo - SP CEP 04604-007. Documentação postada com data posterior ao contido neste edital não será considerada.




Não haverá devolução da documentação comprobatória

Os candidatos que não comprovarem a documentação dos requisitos descritos no ítem “a” e “d” do artigo 13 do Regulamento Geral não estarão aptos a prestar a prova escrita não sendo autorizada a entrada dos mesmos ao local de aplicação da referida prova.




Da Prova




A prova será realizada no dia 22 de agosto de 2013 das 16:30 às 18:30. Não será permitido o acesso ao local da prova após o horário de início da mesma.

A prova constará de questões objetivas, onde apenas uma será a alternativa correta. O candidato terá 2 horas para realização da prova escrita, onde não é

permitido nenhum tipo de consulta. O candidato que infringir esta regra, será retirado do processo seletivo, sendo reprovado.

A prova deverá ser realizada com caneta esferográfica preta ou azul, providenciada pelo candidato.

O candidato somente poderá marcar uma alternativa para cada questão. Sendo assim questões com mais de uma alternativa assinalada, e/ou rasuradas serão consideradas erradas, mesmo que uma das alternativas esteja correta.

O candidato não poderá levar o caderno de questões após a prova, sendo permitido ao candidato copiar o gabarito de suas marcações para posterior conferência.




Do resultado:




Será considerado aprovado na etapa escrita o candidato que obtiver um índice de 70% de acerto do total das questões da prova.

O resultado será divulgado em até 30 dias após a realização da prova, no site do Colégio( http://www.bucomaxilo.org.br).

Não haverá atribuição de graus numéricos como resultado da prova sendo apenas divulgado o resultado como “aprovado”ou “reprovado”.




Do recurso:




O candidato que não concordar com o gabarito das questões poderá enviar recurso por escrito, com fundamentação bibliográfica comprobatória anexada e enviada para a sede do Colégio, no endereço Av. Vereador José Diniz, 3720 - conj. 805 Campo Belo - São Paulo - SP CEP 04604-007 em até 48 horas após a divulgação do gabarito oficial.




A banca terá um prazo de 30 dias para analisar o recurso e divulgar o resultado no site do Colégio.




Da bibliografia da avaliação:




ANDRADE, E.D. Terapêutica Medicamentosa em Odontologia. São Paulo: Artes Médicas, 2000.

ANDREASEN, J. O.; ANDREASEN, F. M. Traumatismo dentário: soluções clínicas. São Paulo; Panamericana, 1991, 168p.

ARAÚJO, A. Cirurgia Ortognática. São Paulo: Ed. Santos, 1999, 374p.

BRAMANTE, C. M.; BERBERT, A. Cirurgia Paraendodôntica. São Paulo: Santos, 2000.

BEAUCHAMP TL, CHILDRESS JF. The Principles of biomedical ethics. 4ed. New York: Oxford, 1994.

FAUCI, A. S. et al. Harrison Medicina Interna; 17ed.;Rio de Janeiro: Mc Graw Hill/Artmed, 2008. Vol. 1 e 2. 3000p.

LEONARDO, M. R.; LEAL, J. M. Endodontia: Tratamento de canais. São Paulo: Panamericana, 2005.

HIGASHI, T.; SHIBA, J.K.; IKUTA, H. Atlas de diagnóstico oral por imagens. São Paulo: Editora Santos, 1999.

HUPP J. R., ELLIS III E., TUCKER M.R. Cirurgia Oral e Maxilofacial Contemporânea. São Paulo, 5ed., Elsevier, 2009. 704p.

MALAMED, S. F. Manual de Anestesia Local. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

MARZOLA, C. Anestesiologia. 3. ed. São Paulo: Pancast, 1999

MEDEIROS, P. J. Cirurgia dos dentes inclusos: extração e aproveitamento. São Paulo: Santos, 2003, 147p. MEDEIROS, pjd ; MEDEIROS, Paulo Pinho de . Cirurgia Ortognática para o Ortodontista. 3ª. ed. São Paulo: Editora Santos, 2013, 360p. MENEGHINI F., BIOMDI, P.; Clinical Facial Analysis: Elements, Principles and Techinics, 2a. ed, Ed. Springer, 2012.

MENKE, H. et al. Predictive value of ASA classification for the assessment of the perioperative risk. Int. Surg., Chicago, v.78, n.3, p.266-270, Jul./Sep. 1993.

MILORO M., GHALIG.E., LARSEN P., WAITE P. Principios de Cirurgia Buco Maxilo_Facial de Peterson. São Paulo, ed. Santos, 2008. Volume 1 e 2. 1502p. NAZARENO GIL, J., CLAUS, J. D. P.; Estética Facial – Cirurgia Orthognática Passo a Paso para Ortodontistas e Cirurgiões. São Paulo: Editora Santos, 2009, 328p.

Neville B. W. et al. Patologia Oral e Maxilofacial. São Paulo, 3ed., Elsevier, 2009. 972p.

PETERSON, L. J.; ELLIS, E.; HUPP, J. R.; TUCKER, M. R. Cirurgia Oral e Maxilofacial Contemporânea. 4a. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. 794p.

PRADO, R.; SALIM, M. Cirurgia Buco-Maxilo-Facial: Diagnóstico e Tratamento. Rio de Janeiro: Medsi, 2004. 546p.

PREIN, J. Manual of Internal Fixation in the Crânio-Facial Skeleton. Berlin Heidelberg: Springer-Verlag, 1998.

PROFFIT, W. R., WHITE Jr., R. P., SARVER, D. M.; Tratamento Contemporâneo de Deformidades Dentofaciais. Ed. Artmed, 2005, 784p.

REYNEKE, J. P.; Essentials of Orthognathic Surgery, Ed. Quintessence, 2003, 312p.

ROSEMBAUER, K.A. et al. Anatomia Clínica da cabeça e pescoço aplicada à Odontologia. Porto Alegre: ARTMED Editora, 2001.

SAMPAIO, G. Anatomia Aplicada à Odontologia. Recife: EDUPE, 2001. p.354.

VALENTE, C. Técnicas Cirúrgicas Bucais e Maxilofaciais. Rio de Janeiro: Revinter, 2003.

Exame Nacional de Cursos 1997, 1999, 2001.




Artigos:




1: Cheong YW, Lo LJ. Facial asymmetry: etiology, evaluation, and management.

Chang Gung Med J. 2011 Jul-Aug;34(4):341-51. Review. PubMed PMID: 21880188.




2: Bailey L`, Cevidanes LH, Proffit WR. Stability and predictability of

orthognathic surgery. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 2004 Sep;126(3):273-7.

Review. PubMed PMID: 15356484; PubMed Central PMCID: PMC3681098.




3: Goodday RH, Percious DS, Morrison AD, Robertson CG. Obstructive sleep apnea

syndrome: diagnosis and management. J Can Dent Assoc. 2001 Dec;67(11):652-8.

Review. PubMed PMID: 11841746.




4: Phillips C, Essick G. Inferior alveolar nerve injury following orthognathic

surgery: a review of assessment issues. J Oral Rehabil. 2011 Jul;38(7):547-54.

doi: 10.1111/j.1365-2842.2010.02176.x. Epub 2010 Nov 9. Review. PubMed PMID:

21058973; PubMed Central PMCID: PMC3094736.




5: Lye KW. Effect of orthognathic surgery on the posterior airway space (PAS).

Ann Acad Med Singapore. 2008 Aug;37(8):677-82. Review. PubMed PMID: 18797561.




6: Cunningham SJ, Feinmann C. Psychological assessment of patients requesting

orthognathic surgery and the relevance of body dysmorphic disorder. Br J Orthod.

1998 Nov;25(4):293-8. Review. PubMed PMID: 9884781.




7. Nascimento MM, Vasconcelos BC, Porto GG, Ferdinanda G, Nogueira CM, Raimundo RD. Physical therapy and anesthetic blockage for treating temporomandibular

disorders: a clinical trial. Med Oral Patol Oral Cir Bucal. 2013 Jan 1;18(1):e81-5.




8. Gomes AC, Vasconcelos BC, Silva ED, Caldas Ade F Jr, Pita Neto IC. Sensitivity and specificity of pantomography to predict inferior alveolar nerve damage during extraction of impacted lower third molars. J Oral Maxillofac Surg. 2008 Feb;66(2):256-9.




A Diretoria





 

Voltar

 

 

 


EMPRESAS AMIGAS




COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCO-MAXILO-FACIAL
  Av. Vereador José Diniz, 3720 - conj. 805
Campo Belo - São Paulo - SP
CEP 04604-007
  Fone/Fax: (11) 5531-8191 / 5097.6477
email: secretaria@bucomaxilo.org.br
Horário de funcionamento da Secretaria:
09h às 12h e das 13h às 17h